Volvo FH 540

Sendo o caminhão mais vendido no mercado, desde 2019, o Volvo FH 540 incorpora tudo que os apaixonados por caminhões mais gostam.

O Volvo FH 540 é um dos mais populares caminhões pesados no Brasil e é sucesso pelo mundo há 28 anos. Desde 2019, o modelo mais vendido de caminhão é o Volvo FH 540, em 2021 já passou de 8mil unidades vendidas, sendo considerado o líder e top de linha da montadora.

Muitos atributos fazem o caminhão FH 540 chamar a atenção, por exemplo, a sua robustez, capacidade, e o seu conforto, fazendo, principalmente, os olhos do agronegócio (por conta da tração 6×4) desejarem ele.

Por isso, separamos alguns pontos importantes que fazem o FH 540 da Volvo ser tão procurado pelo país.

Características técnicas do Volvo FH 540

O motor do caminhão D13C540 é um dos mais potentes, com 13 litros e 540 cavalos, possui torque de 2.600 Nm, podendo rebocar um Peso Bruto Total Combinado (PBTC) de até 74 toneladas (com tração máxima de 100t).  O modelo 6×4 é um dos mais procurados pelo agronegócio, por conseguir levar e buscar cargas pelas rodovias e interiores do país, sem muitos problemas.

Sua duração, grande disponibilidade mecânica, robustez dos itens e economia no consumo de combustível, são características que fazem o FH 540 ser procurado pelos transportadores, demonstrando mais benefício e lucratividade.

Além disso, disponibiliza três opções de cabine, como o teto baixo, alto e o XL (Globetrotter) fazendo com que o motorista tenha comodidade e segurança durante o transporte 

Comodidade para o motorista do caminhão

O Volvo FH 540 é a cara do conforto, possui três tipos de cabine, como já foi citado, mas tem como diferencial, outros detalhes. 

Possui um painel com curvatura para que o motorista não tenha dificuldades para pegar os itens necessários, com o para-brisa reto dando uma visão panorâmica, também há banco com suspensão pneumática e a possibilidade de ajustar altura e profundidade do assento (controlado de modo eletrônico), assim como uma parede traseira que fornece uma boa mobilidade interna para quem está dirigindo.

Além do mais, tem tela multimídia (com rádio bluetooth) e um sistema de áudio completo, o ar-condicionado é digital. Na cabine também há portas-objetos espalhados e de fácil acesso, com um baú na parte inferior da cama (88×200 cm de tamanho máximo, colchão com molas ensacadas e três tipos de firmeza, Soft, Semi-firm e Firm.), tendo teto solar, que possui cortina elétrica, que quando não está ativa, dá luminosidade ao espaço.

Algumas versões já possuem materiais (alta qualidade do couro, nos assentos e volante) que conquistam todo mundo, assim como os acabamentos, o que dá um visual moderno e ousado.

Alta tecnologia e segurança em um FH 450

A tecnologia preparada pela Volvo é incrível, possui um câmbio automático de transmissão I-Shift com 12 marchas, envolvendo robustez e ajuda a gastar menos combustível, como o sistema I-Roll, que usa a inércia, por exemplo, o desengate do motor em uma descida, como controle para evitar o gasto. Mais de 90% das vendas dos veículos FH 450 são devido a transmissão I-Shift.

Ainda mais, há o I-See, um sistema que faz leitura tipográfica de rota, gravando o local para fazer a trajetória de forma mais econômica, pois já conhece o percurso. Além disso, os dados são salvos na nuvem e podem ser compartilhados com outros caminhões FH, para as transportadoras que possuem mais de um modelo.

Outra tecnologia é o Driver Coaching, avaliação de desempenho do motorista, baseado no uso de aceleração, marchas etc. E, ao final da viagem, ele ganha uma avaliação de 0 a 100, transmitida no computador de bordo e enviado para o responsável da frota pelo Volvo Dynafleet.

Para a segurança do motorista, o Volvo FH 540 possui a aceleração inteligente (Volvo ACC), modo piloto automático que freia sozinho o caminhão caso haja risco de batida com o veículo da frente., além de garantir uma distância segura.

Toda essa inteligência e muito mais, ajuda o motorista na sua segurança e na economia do trajeto. Em pesquisas realizadas na Tabela Fipe de caminhão, os valores do Volvo FH 540 vão de R$500.000 a R$80.000.

Perguntas frequentes sobre a tabela fipe de caminhão

A tabela fipe de caminhão é um meio de consulta que serve como base referencial de preços médios de caminhões, para a venda de caminhões novos e usados a partir do que foi ofertado por vendedores no mercado brasileiro. Além disso, é importante como indicador para, por exemplo, tributos, seguros, financiamentos, contratos, etc.

Tabela fipe não é o preço final

É preciso saber que a tabela fipe não é o que determina o preço final de um caminhão (ou que seja regra), mas sim um método de partida para análise de venda e avaliação. Isso é, pesquisadores baseiam-se na coleta de preços de caminhões novos e usados, descartando preços muito alto, muito baixo ou com baixas observações estatísticas, gerando índices e indicadores, para os preços médios.

A análise na Tabela fipe pode ser realizada de acordo com a versão, motorização e ano-modelo de um caminhão, a sua conservação, algumas diferenças pontuais (exemplo, cor e acessórios), e, em alguns casos, a sua localização (alguns tipos de veículos são melhores para uma região específica), podendo, dessa forma, variar.

Preço do caminhão

É preciso saber que a tabela fipe não é o que apenas determina o preço do caminhão, mas sim um método de partida para análise de venda e avaliação do caminhão. A análise pode ser realizada de acordo com a versão do caminhão, motorização e ano-modelo, a sua conservação, algumas diferenças pontuais (exemplo, cor e acessórios), e, em alguns casos, a sua localização (alguns tipos de caminhões são melhores para uma região específica), podendo, dessa forma, variar.

Tabela fipe para caminhão: Se você já tentou vender seu caminhão usado, uma das primeiras perguntas que você faz a si mesmo é: quanto vale o preço de um caminhão como o meu?

Quanto vale meu caminhão usado?

E ainda mais: Será que este valor apresentado vai ser o valor final do meu caminhão? Abaixo vamos falar sobre fatores que influenciam no valor final do seu usado e que podem fazê-lo valer mais ou menos que o preço da tabela fipe.

Fatores que influenciam o preço da tabela fipe para caminhão

Alguns aspectos devem ser levados em consideração na hora de vender seu caminhão seminovo e que podem impactar no preço de venda e o valor do caminhão pela tabela fipe. Abaixo listamos alguns pontos que devem ser considerados e impactam no valor final do caminhão em comparação com o preço da tabela fipe de um veículo:

Caminhão usados que sofreram colisão leve ou média (o preço final pode chegar a 80% do valor descrito na fipe); Caminhão com quilometragem acima da média (o preço final pode chegar a 85% do valor descrito na tabela); Caminhão que não sofreram nenhum tipo de colisão, que estão dentro da média de km e que possuem um histórico completo de manutenção (o preço final pode chegar a 110% do valor descrito na tabela).

Obs: Estes percentuais são apenas uma referência, visto que além disso existem outros que influenciam no valor de mercado do seu veículo, como modelo, conservação, cor e até região do país. Para ter um valor mais exato é importante buscar uma empresa especializada para realizar esse tipo avaliação, onde será feita vistoria completa para para determinar o seu real estado, além de uma pesquisa de mercado para entender os valores médios para determinado tipo de veículo na região.

caminhão usado, caminhão semi-novo

Consultar a tabela fipe de caminhão gratuitamente

Antes de consultar a tabela fipe, você tem que saber que a tabela fipe de caminhão é a principal referência no Brasil para quem deseja comprar ou vender caminhões usados ou seminovos. O índice fipe é baseado em uma coleta de dados que considera o preço de carros, motos e caminhões em todo o território nacional.

O preço considera veículos novos e usados. Além disso, o preço da fipe é atualizado mensalmente, refinando os detalhes.

Você pode consultar rapidamente e de forma gratuita o preço dela para o seu caminhão novo ou usado a partir dos links abaixo:

Abaixo você tem acesso ao preço de caminhões novos ou usados:

Abaixo você tem acesso ao preço de motos novas ou usadas:

Abaixo você tem acesso ao preço de carros novos ou usados:

Observação importante sobre a fipe

Uma observação importante e que deve ser levada em consideração: A tabela fipe não é o único fator para definir qual será o preço final de venda de uma moto nova ou usada. Vários outros fatores podem determinar o valor de mercado da sua moto, como: Estado geral da moto, mecânica e conservação da moto, se a moto já foi batido ou não, se a documentação está em dia, entre outros. Ou seja, a tabela fipe não é o principal meio de se precificar um veículo na hora da venda ou compra de uma moto.

O valor apresentando na tabela fipe serve apenas como uma referência para o cálculo dos seus impostos e seguro de caminhão. A forma mais correta para se obter o preço mais real do valor final de um caminhão é consultar o preço de mercado do caminhão, que é influenciado por diversos fatores, incluindo se ele está sendo procurado pelo mercado.

Ao querer vender seu caminhão, um dos maiores questionamentos é como valorizar e conseguir um preço acima da tabela fipe. Mas quais itens são avaliados e como cuidar do seu caminhão usado para fazer com que ele tenha um preço melhor no mercado de caminhão usado?

Como definir um valor para vender seu caminhão usado?

Procure locais ou pessoas que estejam vendendo o mesmo seminovo que o seu, tente se ater ao ano-modelo para ter um referência condizente com seu caminhão. Nessas buscas, procure fatores que diferenciam seu caminhão dos demais, ou seja, alguns atrativos positivos que vão servir como argumento de venda na hora de negociar.

Existem alguns fatores que influenciam no preço final do seu caminhão: estado de conservação, quilometragem e histórico do veículo. Esses quatro pontos são os principais e que mais vão influenciar no preço de venda do seu caminhão.

Como ter mais chance de vender seu veículo acima da tabela fipe?

Agora, se você quer vender seu seminovo um pouco acima da tabela fipe, você deve fazer uma vistoria geral na moto. Conferir toda a parte mecânica do mesmo, como sistema de suspensão, direção, freios, luzes e pneus. Além da parte mecânica da moto, a estética deve estar em dia, como pintura em bom estado de conservação. Além de tudo o que foi dito, não devemos levar em consideração apenas do preço do caminhão usado pela tabela fipe. O meio correto é consultar o preço de mercado do veículo usado, que é influenciado por diversos fatores acima mencionados e se ele está sendo procurado pelo mercado.